CASTELO ONDE TE SONHO POESIA

CASTELO ONDE TE SONHO POESIA

quinta-feira, 22 de março de 2012

Poema: Rua cinco

Reg: 22/3/2012 PjCondePaulino



Poema: Baseado nas memórias da antiga rua 5 – Quinta da Brandoa.







A Rua cinco é Tua, é Minha»»»»»»»»»»

Rua cinco, rua alta. Rua sem saída.
Rua cinco rua sem asfalto, rua antiga.
Rua cinco na memória, rua com história.
Rua cinco, rua vida, rua amor rua glória.
Rua cinco no alto do meu olhar. Rua Tua.


Via, onde te vejo onde te via. Artéria.
Avenida pequena, grande na chegada.
Séria: na partida. Esperança na viagem
Rua cinco, nessa voragem, voltava.
Volto sempre, ao fim da rua. Estaciono.
Volto sempre à rua cinco.Rua minha.-Tua.



PjCondePaulino

5 comentários:

Je Vois La Vie en Vert disse...

Moro mais acima... moro na rua 12.

Beijinhos
Verdinha

Pjsoueu disse...

Verdinha,

Bom dia.)
Tenho a certeza que a rua 12 tem memórias do olhar afectivo da Verdinha.)

Obrigado pela gentil visita:)

Pj. Bjos

Anónimo disse...

a rua 5 não é minha, mas a casa 5 é minha ...

bj

M.E.

Igor Carvalho disse...

Venho compartilhar com todos um trabalho de caridade que realizo, é um curso de inglês online 100% gratuito em www.falandoingles.com para quem não tem condições de pagar por um curso ou precisa conseguir um trabalho.

tecas disse...

Olá, meu amigo! Desculpe de só hoje o visitar. Motivos de saúde. A tua rua da memória é linda! Quanta sensibilidade.
beijinho amigo.